Colonoscopia

Câncer de Cólon

A morte do ator Chadwick Boseman, de 43 anos, comoveu admiradores ao redor do mundo. O intérprete do personagem Pantera Negra lutava contra um câncer de cólon há quatro anos. O caso chama a atenção para a prevenção da doença pelo exame de colonoscopia. Muitos casos como o do ator podem ser evitados com a realização precoce desse exame.

Benefícios da Colonoscopia

O maior benefício da colonoscopia certamente é a prevenção do câncer de intestino – local difícil de analisar com procedimentos não invasivos. Esse exame consiste na introdução de um aparelho flexível e fino no final do trato digestivo do paciente, permitindo a avaliação de todo o intestino por dentro. Além disso, durante o exame de coloscopia o médico pode retirar os pólipos, nodulações que podem surgir no intestino e que evoluem para o câncer. Essa é a melhor forma de você ser curado antes mesmo do câncer aparecer. Proctologista em BH

O câncer de cólon é o segundo mais comum em nosso país, segundo a Coloproctologista Dra. Raíssa Reis de Carvalho, coloproctologista especialista em Colonoscopia.

Diagnóstico

Ela explica que é um tumor rastreável e altamente curável, desde que seja feito o diagnóstico precoce. “De acordo com a Sociedade Americana do Câncer, depois dos 45 anos, todo mundo precisa fazer a colonoscopia de rotina ( mesmo sendo assintomático). Caso esse exame fosse mais disponível para a população, a taxa de cura seria muito maior. Infelizmente, na rede pública de saúde o volume de pacientes que precisa do exame é superior à estrutura de realização do mesmo pelo Estado, o que faz com que muitas pessoas demorem meses e até anos para conseguir uma colonoscopia. Isso atrasa e muito o diagnóstico e permite que lesões benignas acabem se transformando em câncer”.

Já no caso de pessoas que apresentam sintomas como sangramento nas fezes, alteração do hábito intestinal (diarreia ou prisão de ventre); dor ou desconforto abdominal;
fraqueza e anemia; perda de peso sem causa aparente e alteração na forma das fezes (muito finas e compridas), esse exame poderá ser indicado em qualquer idade. Se você apresentar algum dos sintomas citados, procure logo um Coloproctologista para que ele avalie se há necessidade de realização do exame em seu caso. Isso pode fazer a diferença entre você desenvolver ou não um câncer de cólon. Colonoscopia em BH

De acordo com um estudo epidemiológico publicado pela Divisão de Prevenção do Câncer do National Cancer Institute (NCI), com dados de 1980 a 2016 e lançado no final de 2019, a incidência do câncer de intestino é crescente. Entre 30 e 39 anos é o tipo de câncer que mais tem aumentado, motivado pelo estilo de vida que favorece os fatores de risco. A pesquisa revela que a incidência no Brasil é maior nas regiões Sul e Sudeste. Em Minas Gerais, são 15,6 casos para cada 100 mil homens e 14,2 para cada 100 mil mulheres. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 4 mil casos de câncer de intestino no estado em 2020.

Tratamento

Se diagnosticado precocemente, o câncer de cólon é uma doença tratável e frequentemente curável, com índices de cura que chegam a 90%. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica, o principal tratamento de câncer colorretal é cirúrgico, que envolve a retirada da parte do intestino afetada. Outros tratamentos como quimioterapia e a radioterapia também podem ser indicados, seja pra regressão do tumor, permitindo uma cirurgia menos agressiva, seja para prevenção de retorno do tumor no futuro. Clinica popular em BH

cancer de colon